011378983-embalagem-tena-lady-extra-8

Tamanhos Disponíveis

  • Único

Para
Mulheres

Ideal para
Incontinência LEVE

TENA Lady Discreet é uma linha exclusiva para mulheres, com absorventes finos e discretos, desenhados especialmente para gotejamento e escapes de urina.

TENA Lady Discreet Extra tem o tamanho idêntico ao do TENA Lady Normal, mas com maior absorção para maiores perdas de urina. Sua dupla camada de absorção garante segurança, para que o dia possa ser desfrutado com toda a confiança. O sistema OdourControlTM garante a inibição dos maus odores da urina e proporciona a sensação de pele mais fresca.
produto-claim-tena-lady-extra-8
claim-destaque-tena-lady

Características e Benefícios

  • DryFast Core®: núcleo de secagem que absorve e retém o líquido rapidamente.
  • Body Shape™: laterais elásticas que permitem melhor ajuste ao corpo
  • Camada inferior respirável para melhor circulação de ar e sensação de frescor
  • Absorção superior que garante segurança e excelente proteção contra vazamentos
  • Odour Control®: sistema de controle de odores
  • Fita adesiva para fixar na roupa íntima
  • Embalagens individuais
  • Superfície com toque suave li>
  • claim-destaque-tena-lady

Produtos relacionados

Perguntas e Respostas

Diabetes causa incontinência urinária?

Muitas vezes, sim. Um dos sintomas do diabetes é a poliúria, que é a micção excessiva, fazendo com que, além de muitas idas ao banheiro, ocorram os escapes de urina.

Somente mulheres têm incontinência urinária?

Não. Crianças com doenças neurológicas ou com más-formações dos ureteres, bexiga e uretra, entre outras doenças, podem ter incontinência urinária. Homens com doenças neurológicas ou que tenham sido submetidos à cirurgia da uretra ou próstata (especialmente a cirurgia para câncer de próstata, a prostatectomia radical) também podem ter incontinência urinária.

Por que as mulheres grávidas têm escapes de urina muitas vezes. O conhecido “xixi sem querer”?

Sabemos que o corpo da mulher na gravidez muda não apenas fisicamente, mas também do ponto de vista hormonal. E é a combinação de alterações hormonais, com a pressão sobre a bexiga exercida pelo útero e o esforço do próprio parto, que enfraquece a eficiência dos músculos pélvicos.

ATENDIMENTO AO CLIENTE

0800 770 66 00