26 de Janeiro de 2017

Dicas para curtir as férias sem medo – mesmo com incontinência urinária

Imagem da Notícia

Incontinência urinária não é impeditivo para curtir as férias, mas muita gente se sente insegura por causa desse problema. Um estudo publicado em 2012 por pesquisadores da Universidade Federal de Santa Catarina, aponta que lidar com as dificuldades impostas pela perda involuntária de urina pode interferir na rotina diária, em especial, das mulheres, e motivar alterações nos hábitos de vida. “Naturalmente existem diferentes necessidades, uma vez que a incontinência urinária pode acontecer de maneira diferenciada nas mulheres”, explica a enfermeira Maria Alice Lelis, consultora da SCA do Brasil.

Por exemplo, uma mulher pode, eventualmente, ao tossir ou espirrar, apresentar pequenos escapes de urina (gotas), enquanto outra na mesma situação (tossir ou espirrar) pode ter escapes de urina com maior frequência e maior volume (jatos). “Nesses exemplos, podemos observar que as experiências são diferentes e consequentemente, as necessidades de proteção também o são”, diz.As inseguranças, no entanto, costumam ser muito parecidas, não importa a quantidade de escape de urina.

Por exemplo, é possível usar branco no Réveillon?

O que é melhor para disfarçar o absorvente: calça ou saia?

A consultora Maria Alice explica que há vários modelos de absorventes específicos para incontinência urinária. Dessa maneira, cabe à mulher escolher o tipo mais adequado, de acordo com o tamanho e a capacidade de absorção. “Basta eleger o absorvente para incontinência urinária que melhor atenda suas necessidades de proteção e segurança”, diz. Assim, com o absorvente adequado, a mulher sente-se segura de que não haverá vazamentos e fica livre para escolher a roupa que quiser: não importa a cor ou o modelo. Trocas frequentes no período de festas e férias, é possível que as pessoas tenham maior produção de urina, ao consumir maior quantidade de líquidos. As bebidas alcoólicas, por exemplo, podem ter efeito diurético. “Por isso pode ocorrer um aumento da frequência e da intensidade dos episódios de escapes de urina”, diz Maria Alice. “Nesse caso, é prudente fazer trocas mais frequentes do absorvente para proporcionar maior segurança em relação à possibilidade de vazamentos”. Ainda que aumente a produção de urina, não restrinja líquidos. “O consumo maior de líquidos é importante nesta época, que sempre é acompanhada de elevações da temperatura.

Evitar a ingesta de líquidos não é uma opção adequada, pois pode aumentar o risco de desidratação”, alerta a enfermeira. No entanto, as bebidas alcoólicas devem ser consumidas com moderação, pois além de seu possível efeito diurético, em alguns casos podem estimular pequenas contrações da bexiga, o que aumenta o risco de novos episódios de perdas urinárias.

Quanto ao odor, a especialista diz que o uso de absorventes específicos para incontinência já evita o problema. “Eles possuem tecnologia que neutraliza o odor da urina, assim ninguém precisa ficar preocupado e constrangido com isso”. Na praia Ao planejar a viagem, todo mundo sempre leva em conta o tipo de roupa que usará e o que se encontrará de suprimentos no comércio local.

Para quem tem incontinência urinária, é só acrescentar à mala o número suficiente de absorventes que serão necessários – com algumas unidades a mais para imprevistos. Em cidades maiores, as farmácias certamente contarão com absorventes para venda. E nada de deixar de aproveitar a praia! “Os absorventes urinários podem ser utilizados com maiô ou biquíni, pois são discretos e seguros.

No caso de mulheres que apresentam maior frequência e intensidade de perdas urinárias e necessitam optar por um absorvente urinário de maior tamanho, uma canga ou um short podem completar o look da praia ou da piscina”, orienta a enfermeira. E embora ainda não existam no Brasil, já existem fraldas e absorventes à prova d’água, que podem ser usados no mar ou na piscina, sem perigo de vazamentos – uma tecnologia que melhora em muito a qualidade de vida e independência do idoso com incontinência urinária.

Assine nossa newsletter

Que tal sempre ficar por dentro quando novas notícias forem publicadas?

ATENDIMENTO AO CLIENTE

0800 770 66 00