11 de Outubro de 2018

Depois dos 50 anos e com a chegada da menopausa, pode ser mais frequente o escape de urina?

Imagem da Notícia

A incontinência urinária é uma condição frequente na menopausa. Alterações hormonais podem afetar a força muscular na região pélvica. A diminuição da produção de hormônios é maior durante esse período e faz parte do processo natural do envelhecimento.

O estrogênio é um hormônio que ajuda a regular sua menstruação. Pode proteger contra doenças cardíacas e diminuir a perda óssea. Também ajuda a manter a bexiga e a uretra saudáveis ​​e funcionando adequadamente. Quando você está perto da menopausa, ou seja, última menstruação, seus níveis de estrogênio começam a diminuir. Essa falta de estrogênio pode enfraquecer os músculos pélvicos, e comprometer o controle da bexiga, resultando em episódios de escapes de urina. Como seus níveis de estrogênio continuam a cair durante e após a menopausa, seus sintomas da Incontinência Urinária podem piorar.

Alguns tipos diferentes de incontinência urinária estão associados à menopausa. Esses incluem:

Incontinência de esforço

O tipo mais comum de problema em mulheres mais velhas é a incontinência urinária por esforço.  Músculos do assoalho pélvico enfraquecidos não conseguem segurar a urina quando você tosse, exercita, espirra, ri ou ergue algo pesado. O resultado pode ser um pequeno vazamento de urina ou uma completa perda de controle. Este tipo de incontinência é mais frequentemente causado por alterações físicas que resultam da gravidez, parto ou menopausa.

Incontinência de urgência

Quando os músculos da bexiga contraem durante seu enchimento, você pode sentir um desejo constante de urinar, mesmo quando há pouca urina armazenada na bexiga. Neste caso, você também pode experimentar vazamentos de urina antes de chegar ao banheiro. Esses sintomas recebem também o nome de Bexiga Hiperativa.

 

Tanto na Incontinência Urinária de Urgência como de Esforço, os episódios de escapes de urina podem ser diferentes. Algumas mulheres relatam escapes de urina de pequeno volume, como gotas, por exemplo, enquanto outras apresentam episódios com maior volume, como grandes jatos de urina. Para proteção adequada da mulher, é importante a seleção de absorvente específico para incontinência urinária, que apresentam diferentes tamanhos, atendendo às necessidades individuais de cada mulher. Diferente dos produtos utilizados para fluxo menstrual, os produtos absorventes específicos para incontinência urinária, neutralizam odor da urina e tem rápida absorção, evitando o contato da urina com a pele, deixando a mulher mais confortável e segura. 

 

http://www.tena.com.br/produtos

Assine nossa newsletter

Que tal sempre ficar por dentro quando novas notícias forem publicadas?

ATENDIMENTO AO CLIENTE

0800 770 66 00