28 de Dezembro de 2018

Durante o período gestacional, que medidas podem ser feitas para contornar a incontinência urinária?

Imagem da Notícia

A incontinência urinária é muito comum durante a gravidez e afeta cerca de 80% das gestantes. As mulheres são mais propensas em grande parte por causa das mudanças que o corpo experimenta durante a gravidez e o parto. Com o crescimento do bebê, o útero pressiona a bexiga e a consequência direta é o aumento da vontade de urinar e os frequentes escapes de urina. Alterações hormonais durante a gravidez e pressão adicional na bexiga do útero podem causar incontinência por esforço. Quando você tem incontinência por esforço, pode urinar quando espirra, tosse ou ri. Caminhar, correr ou se exercitar também podem causar escapes de urina.

Na maioria dos casos essa condição desaparece com o nascimento do bebê. Uma dica para lidar com a incontinência urinária é fazer exercícios para fortalecer os músculos do assoalho pélvico que são exercícios de contração dos músculos conhecidos como exercícios de Kegel. O Congresso Americano de Obstetras e Ginecologistas sugere fazer exercícios de Kegel 10 a 20 vezes seguidas duas ou três vezes por dia.

Consulte o seu médico para a indicação e confirmação do melhor tratamento.

Assine nossa newsletter

Que tal sempre ficar por dentro quando novas notícias forem publicadas?

ATENDIMENTO AO CLIENTE

0800 770 66 00