6 de Maio de 2019

Incontinência urinária em praticantes de corrida

Imagem da Notícia

Mulheres que praticam regularmente corridas de rua, modalidade esportiva bastante comum, inclusive no Brasil, têm risco considerável de ter incontinência urinária. Esse tipo de atividade é um fator de risco para desenvolvimento da incontinência urinária, por ser considerada atividade de alto impacto, o que facilita a ocorrência de escapes de urina. Estudos apontam que mais de 32% das praticantes de corrida de rua relatam, com frequência, perda de urina e em grande parte das vezes acontece durante essa atividade. Observa-se ainda alta prevalência de incontinência urinária também em corredoras de rua que fazem prática de longa distância, já que essa provoca grande fadiga muscular. As atletas de alto rendimento apresentam ainda um ritmo de treinamento mais intenso que o atleta amador, por exemplo, fazendo com que os músculos do assoalho pélvico sejam expostos a sobrecargas e intensidades maiores. Medidas preventivas como exercícios de reabilitação do assoalho pélvico podem minimizar os efeitos da associação entre a prática desta modalidade e incontinência urinária. Essas medidas devem ser orientadas por especialistas.

 

Assine nossa newsletter

Que tal sempre ficar por dentro quando novas notícias forem publicadas?

ATENDIMENTO AO CLIENTE

0800 770 66 00