Perguntas Frequentes

Incontinência urinária ainda é um tabu. Por isso, reunimos 50 perguntas e respostas que vão ajudar você a conhecer mais sobre o problema.

Pergunta

O que é a Incontinência urinária?

Resposta

Dificuldade em controlar a bexiga, o que pode resultar em perda involuntária de urina. Nosso objetivo é explicar as causas, formas de prevenção e mostrar como a vida pode ser normal e sem restrições. Saiba mais sobre incontinência urinária.
seta

Pergunta

Onde posso obter mais informações sobre a incontinência urinária?

Resposta

Além do nosso site, que traz muito conteúdo, dicas e compartilhamento de experiências, é importante sempre falar com um médico e com alguém da família. Eles são os mais indicados para ajudá-lo nesse processo. Conheça os produtos TENA disponíveis. Aproveite para saber mais informações sobre incontinência nas mulheres e nos homens.

seta

Pergunta

O que se pode fazer para combater os problemas urinários?

Resposta

A melhor forma de tentar evitar ou reduzir a incontinência urinária é fortalecer os músculos do pavimento pélvico, fazendo os Exercícios de Kegel que você pode ver aqui. Contudo, a sua eficácia é maior se o seu tipo de incontinência for de esforço. Os outros tipos de incontinência urinária requerem outros tratamentos, por isso é necessário falar com um médico.
seta

Pergunta

Somente mulheres têm incontinência urinária?

Resposta

Não. Crianças com doenças neurológicas ou com más-formações dos ureteres, bexiga e uretra, entre outras doenças, podem ter incontinência urinária. Homens com doenças neurológicas ou que tenham sido submetidos à cirurgia da uretra ou próstata (especialmente a cirurgia para câncer de próstata, a prostatectomia radical) também podem ter incontinência urinária.
seta

Pergunta

É verdade que a incontinência urinária acontece mais em mulheres do que homens?

Resposta

Sim. As mulheres estão mais propensas a desenvolver incontinência do que os homens devido às diferenças em sua estrutura orgânica interna, gravidez e parto. A incontinência é um problema comum de grande impacto, tanto em nível pessoal como social: 4,4% da população mundial sofre de incontinência; dessas pessoas, 75% são mulheres e os 25% restantes são homens*. *Fonte: OMS.
seta

Pergunta

Partos aumentam a possibilidade de ter incontinência urinária?

Resposta

A incontinência urinária pode se apresentar em qualquer uma das fases da mulher, independente de sua idade, embora seja mais frequente em algumas fases. As perdas de urina podem se apresentar como pequenos gotejamentos, mas também em quantidades abundantes. Um dos fatores que explicam a alta incidência em mulheres é ter vários partos. Pode ocorrer a perda de força nos músculos que servem de suporte, permitindo o rebaixamento da união entre uretra e bexiga, o que diminui a resistência normal à saída da urina.
seta

Pergunta

Se beber menos líquidos, as coisas melhoram?

Resposta

Não. Se beber menos, a urina vai ficar mais concentrada, o que, por vez, irá irritar a bexiga provocando micções mais frequentes. Deve tentar beber as quantidades normais para suas necessidades ou sempre que tiver sede. No entanto, não é aconselhável beber em excesso, uma vez que isso poderia levar à distensão da bexiga.
seta

Pergunta

Para a incontinência urinária de esforço na mulher, qual o melhor tratamento?

Resposta

O tratamento depende da causa e mecanismo. Casos leves de incontinência urinária podem eventualmente ser tratados com medicação ou com fisioterapia (que chamamos de reeducação do assoalho pélvico). Para todos os demais casos, o melhor tratamento é o cirúrgico. Na verdade, até agora nenhum tratamento, em dezenas de estudos realizados, revelou-se superior à cirurgia.
seta

Pergunta

Os ginecologistas estão habilitados a diagnosticar e tratar a incontinência urinária?

Resposta

Se o médico tem conhecimento, experiência, discernimento e capacidade técnica para tratar a incontinência urinária, é claro que está habilitado. Existem alguns ginecologistas no país que são capacitados para análise e estudo urodinâmico, podendo assim utilizar todas as opções de tratamento que vão desde de medicações até as cirurgias.
seta

Pergunta

Menopausa agrava a condição da incontinência urinária?

Resposta

A incontinência pode se apresentar em qualquer uma das fases da mulher, independente de sua idade, embora seja mais frequente em algumas fases. As perdas de urina podem se apresentar como pequenos gotejamentos, mas também em quantidades abundantes. Um dos fatores que explicam a alta incidência em mulheres é a menopausa – fase em que há uma diminuição importante dos estrógenos, os quais são necessários para manter a espessura das paredes da uretra.
seta

Pergunta

Que produto TENA devo usar?

Resposta

Isso vai depender do tipo de incontinência urinária que você ou a pessoa de quem cuida tem. O estado físico e mental também são fatores decisórios na escolha do produto ideal. Escolher os produtos certos pode aumentar muito o conforto de quem os utiliza e reduzir o número de trocas diárias. TENA tem uma vasta gama de produtos, pensada para todos os tipos de necessidades e níveis de incontinência. Conheça a linha completa de produtos TENA.

seta

Pergunta

Quanto tempo terei de esperar para ver os resultados dos exercícios do músculo do pavimento pélvico?

Resposta

As vantagens dos exercícios do pavimento pélvico, também chamado de assoalho pélvico, só podem ser sentidas algumas semanas depois do início. Contudo, mesmo que ainda não tenha recuperado o controle total sobre sua bexiga, deverá sentir melhorias. Apenas após 8 a 12 meses é possível se livrar da incontinência urinária, se tiver incontinência de esforço.
seta

Pergunta

O que é a próstata?

Resposta

Uma glândula masculina localizada na base da bexiga e que envolve a uretra. Produz um fluido durante a ejaculação. Por vezes, em homens mais velhos, a glândula aumenta e obstrui a uretra. Um dos sintomas disso é um fluxo de urina fraco.
seta

Pergunta

Onde posso comprar fralda geriátrica, absorvente para incontinência e roupa íntima TENA?

Resposta

Compre aqui mesmo, on-line, em nosso site. Você pode saber mais sobre cada produto, comprar com discrição e ainda receber os produtos em casa. Clique aqui e conheça a nossa loja virtual.
seta

Pergunta

Onde estão as melhores fontes de informação e de ajuda sobre os cuidados a pessoas com incontinência?

Resposta

Estão aqui no site TENA: compilamos muitas informações de profissionais de saúde e de pessoas com experiência em cuidar de familiares ou amigos com incontinência. Para mais informações, acesse a área Sobre Incontinência.
seta

Pergunta

O que são os músculos pélvicos?

Resposta

Os músculos do assoalho pélvico formam um suporte largo entre as pernas, que vai do osso púbico em frente até a base da coluna nas costas. Esses são os músculos responsáveis por contrair e soltar o esfíncter.
seta

Pergunta

O que é a micção?

Resposta

O ato de urinar (expelir urina).
seta

Pergunta

Como funciona a bexiga?

Resposta

Cada vez que você come ou bebe, o seu corpo absorve líquidos. A função dos seus rins é filtrar os resíduos desses fluídos e eliminá-los do corpo, fabricando assim a urina. As gotículas passam continuamente dos rins para a bexiga, que vai se expandindo aos poucos. Quando a bexiga está cheia, o cérebro recebe um sinal de que é preciso ir ao banheiro. Para que a urina seja eliminada, o cérebro manda comandos para que o músculo maior da bexiga se aperte e se contraia. Ao mesmo tempo, ordena aos músculos de suporte (ou músculos do pavimento pélvico) que rodeiam a uretra (a saída da bexiga) para relaxar e deixar a urina passar.
seta

Pergunta

Com que frequência é que a maioria das pessoas esvazia a bexiga?

Resposta

Depende de fatores como idade, dieta e nível de atividade realizada, mas a média é de 4 a 8 vezes por dia. Algumas pessoas também sentem necessidade de urinar à noite, interrompendo assim o sono.
seta

Pergunta

Sou uma mulher relativamente jovem e tenho problemas urinários. Isso não é um problema que afeta só os mais velhos?

Resposta

Uma em cada três mulheres* tem problemas urinários. A gravidez e o parto contribuem para esse número, assim como a menopausa. Além disso, até mesmo as mais jovens podem ter escapes de urina esporádicos, muitas vezes depois de exercícios físicos mais intensos, por exemplo. As fumantes, ainda que jovens, também têm mais probabilidade de terem escapes de urina, uma vez que tossem com mais frequência, o que pode ir afrouxando o músculo pélvico. O uso excessivo de café, chá ou álcool também podem influenciar nos escapes de urina.


*Fonte: Boletim Epidemiológico Paulista

seta

Pergunta

Tenho receio de perdas durante as relações sexuais. O que posso fazer para evitar isso?

Resposta

A boa notícia é que as perdas durante as relações sexuais são muito raras, por isso não há motivo para deixar que a incontinência urinaria afete a sua vida sexual. Com os exercícios para os músculos do assoalho pélvico, você pode inclusive sentir uma melhoria na sua vida sexual, uma vez que os músculos ficam mais fortes. Se estiver preocupada com as perdas, antes do sexo, tente esvaziar primeiro a bexiga e evitar bebidas diuréticas como as que têm gás, e o café.
seta

Pergunta

Os meus sintomas são diferentes daqueles que li. O que devo fazer?

Resposta

Aqui você encontra as formas mais comuns de incontinência urinária, mas certamente existem outros casos mais raros, que tenham outros sintomas e tratamentos. Por isso, é importante procurar um médico para que ele avalie o seu caso de forma individual e isolada, encontrando assim o melhor tratamento.
seta

Pergunta

Por que alguns homens têm incontinência urinária?

Resposta

Os escapes de urina são comuns entre os homens e podem acontecer por diferentes motivos. Na realidade, em média um a cada quatro homens acima dos 40* tem alguma forma de perda urinária. As causas diferem de homem para homem, porém as mais comuns são: enfraquecimento dos músculos do pavimento pélvico, idade, obesidade ou aumento da próstata. Em alguns casos pode ser uma condição hereditária. Para saber mais sobre incontinência urinária em homens, clique aqui. Em seguida, procure o seu médico. *Com base em inquéritos realizados pela SCA em 2012, em homens acima dos 40 anos nos Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, Itália, Rússia e México. Dados no ficheiro não publicados.
seta

Pergunta

Como saber se estou contraindo bem os músculos abdominais do pavimento pélvico?

Resposta

Antes de tudo, é importante saber como devemos nos sentir ao contrair esses músculos. Eles ficam na parte mais baixa do abdômen, abaixo do umbigo e perto dos ossos pélvicos laterais. Ao tentar contraí-los, a sensação é uma tensão suave ao toque. Nunca será possível sentir uma contração mais forte, como acontece com o quadríceps e as nádegas, que são músculos maiores. A sensação é mesmo mais sutil. Se o que se percebe são protuberâncias no abdômen inferior, ou uma contração mais forte, a prática do exercício provavelmente está errada.
seta

Pergunta

O que é a massagem perineal e quais os benefícios?

Resposta

É uma técnica simples para conseguir uma maior elasticidade dos tecidos ao redor da vagina, reduzindo o risco de lacerações durante o parto, assim como a necessidade de episiotomia. Ela ajuda as mulheres a se prepararem para as sensações de pressão e alongamento que acontecem durante a passagem do bebê pela vagina. Conhecer essas sensações contribui para que essa musculatura esteja relaxada ao invés de tensa durante o parto, facilitando a saída da criança e diminuindo os danos no músculo e, consequentemente, diminuindo também as chances de ter incontinência urinária.
seta

Pergunta

Como posso cuidar do meu pavimento pélvico?

Resposta

É muito simples cuidar e exercitar o pavimento pélvico. Higiene mais adequada, controle da bexiga, acompanhamento do peso e exercícios de fortalecimento que podem ser feitos no meio do dia a dia, sem parar as atividades cotidianas.
seta

Pergunta

A cesariana pode evitar os danos aos músculos do pavimento pélvico?

Resposta

Ainda que em muitos países, como aqui no Brasil, a tendência seja realizar cesarianas para evitar os danos associados a um parto traumático, em geral, a cesariana programada é considerada uma cirurgia de risco. Não há nenhuma garantia de que a intervenção não deixará sequelas. Por causa disso, o recomendável é somente planejar uma cesariana em função do assoalho pélvico nos casos de complicações prévias nessa musculatura, como prolapsos, lacerações, incontinência urinária grave.
seta

Pergunta

Tenho que mudar minha dieta se tenho escapes de urina?

Resposta

Existe um tipo da doença chamado Incontinência Urinária de Urgência, que está associado a uma irritação do músculo detrusor da bexiga. É esse músculo que, quando contraído involuntariamente, avisa o cérebro de que a bexiga está cheia e de que é hora de ir ao banheiro. Alguns alimentos são responsáveis por causar essa irritação: bebidas alcoólicas, chá, café, refrigerantes e, em geral, todos os que têm cafeína. De qualquer forma, é sempre fundamental ouvir um especialista.
seta

Pergunta

Absorventes funcionam para incontinência urinária?

Resposta

Os absorventes para fluxo menstrual não funcionam como um bom aliado para escapes de urina, podendo causar vazamentos e, consequentemente, constrangimentos, uma vez que são desenvolvidos para receber um material de densidade maior ao da urina (a menstruação). Por isso, deve-se optar por absorventes específicos para escapes de urina, como os da TENA Lady Discreet, que tem uma absorção muito superior comparado com um absorvente menstrual (mesmo o noturno) além do que tem a capacidade de neutralizar o cheiro de amônia. característico da urina, oferecendo muita segurança, limpeza e discrição. Conheça TENA Lady Discreet em nossa área de produtos.



seta

Pergunta

Como eu faço pra saber qual produto é ideal para minha incontinência?

Resposta

Aqui mesmo no nosso site, em apenas alguns passos e indicando algumas características, você vai encontrar qual o melhor produto TENA para sua situação. Faça o teste agora e encontre o produto ideal.
seta

Pergunta

Quais os benefícios que os exercícios do assoalho pélvico trazem para minha vida sexual?

Resposta

Uma musculatura forte e tonificada tem maior sensibilidade e capacidade de lubrificação. Além disso, os músculos que se contraem e relaxam durante o clímax estarão mais fortes, o que garante orgasmos mais longos e intensos. Outro benefício é que, tendo maior controle dos músculos vaginais, as mulheres podem aprender novas técnicas para massagear o pênis do parceiro durante a penetração.
seta

Pergunta

As bolas chinesas servem para exercitar o assoalho pélvico?

Resposta

Sim, elas podem funcionar como uma carga para os músculos em torno da vagina. Ao introduzi-las e ficar de pé, contraímos essa região. Fazer esse exercício por cerca de 20 ou 30 minutos é uma forma eficiente para fortalecer essa musculatura.Por outro lado, é muito importante não só fortalecer o assoalho pélvico como também aprender a controlá-lo. Por isso é interessante combinar as bolas chinesas com outros exercícios mais específicos. Se você já teve problemas anteriores de perda da contração, procure um profissional para fazer uma avaliação antes de adotar as bolas chinesas.
seta

Pergunta

A incontinência urinária pode levar à depressão?

Resposta

A incontinência traz transtornos à vida do indivíduo que, muitas vezes, se vê limitada e impotente. Consequentemente, sua autoestima também é afetada. É importante que se tenha uma noção mais ampla do que está acontecendo com seu corpo, identificando assim os recursos existentes para enfrentar essa dificuldade. Geralmente, já no começo do tratamento para incontinência urinária se percebe uma melhora no humor do paciente. De qualquer forma, se o problema impede que a mulher retome sua vida normal ou o quadro depressivo dure mais de seis meses, é recomendável procurar um acompanhamento psicológico.
seta

Pergunta

Tenho perdas de urina. Que especialista devo procurar?

Resposta

É muito importante procurar um profissional para descobrir se seu problema de perdas de urina é no pavimento pélvico. A avaliação do seu ginecologista pode direcionar seu caso a um fisioterapeuta especializado ou a um tratamento que combine uma equipe multidisciplinar, com ginecologista, urologista, fisioterapeuta, proctologista, psicólogo e nutricionista.
seta

Pergunta

O que significa se, em alguns exercícios, perco a contração do pavimento pélvico ou deixo de senti-lo?

Resposta

Se você perde contração, significa que aquele exercício é intenso demais para seu assoalho pélvico, e não seria recomendável para você. Nesses casos, concentre-se somente nos exercícios em que você consegue sentir a contração e, na medida em que seu assoalho pélvico for ganhando força, amplie sua grade de benefícios.
seta

Pergunta

Quais exames identificam se tenho incontinência urinária?

Resposta

Sua experiência, sintomas e a avaliação de um médico são praticamente decisórios no diagnóstico de incontinência urinária. Porém, exames de laboratório ajudam na confirmação do problema, como:
• resíduo urinário pós-miccional, para medir a quantidade de urina remanescente após a micção;
• urina tipo I/cultura de urina para descartar uma infecção do trato urinário ;
• teste do estresse urinário (pede-se ao paciente para ficar em pé, com a bexiga cheia, e tossir) ;
• ultrassom do abdômen ou pélvico;
• raios X contrastados;
• cistoscopia (inspeção da parte interna da bexiga);
• estudos de urodinâmica (exames para medir pressão e fluxo urinários); e
• outros.
seta

Pergunta

Fazer xixi sem querer, apenas às vezes, pode ser considerado como incontinência urinária?

Resposta

Não. É preciso entender há quanto tempo ocorrem os escapes de urina, se é desencadeado por alguma razão como comida ou bebida, por exemplo. Para um diagnóstico correto, é preciso procurar um médico.
seta

Pergunta

Por que geralmente o xixi sai sem querer quando você tosse ou espirra forte?

Resposta

Esse é o tipo de incontinência urinaria chamada de Incontinência de Esforço. Está relacionada com esforços como tossir, espirrar, saltar ou erguer coisas pesadas. Esse esforço causa pressão sobre a bexiga, que aumenta, e os músculos do pavimento pélvico não conseguem ficar suficientemente contraídos para reter a urina. Esse é o tipo mais frequente de problemas urinários nas mulheres, principalmente durante atividades físicas.
seta

Pergunta

Por que as mulheres grávidas têm escapes de urina muitas vezes. O conhecido “xixi sem querer”?

Resposta

Sabemos que o corpo da mulher na gravidez muda não apenas fisicamente, mas também do ponto de vista hormonal. E é a combinação de alterações hormonais, com a pressão sobre a bexiga exercida pelo útero e o esforço do próprio parto, que enfraquece a eficiência dos músculos pélvicos.
seta

Pergunta

Diabetes causa incontinência urinária?

Resposta

Muitas vezes, sim. Um dos sintomas do diabetes é a poliúria, que é a micção excessiva, fazendo com que, além de muitas idas ao banheiro, ocorram os escapes de urina.
seta

Pergunta

Uma criança com mais de 4 anos, neurologicamente saudável, pode ter incontinência urinária?

Resposta

Também conhecida como Eunere, a incontinência urinária em crianças mais velhas pode ser diurna ou noturna e, ocasionalmente, pode ser associada a outras causas como: infecções urinárias, instabilidade da bexiga (contrações não inibidas) ou transtornos neurológicos da maturação do mecanismo da micção. A presença dessa condição nas crianças com mais de 5 anos deve ser cuidadosamente avaliada pelo urologista, porque é importante descartar problemas associados ou possíveis más-formações congênitas.
seta

Pergunta

Dá para perceber quando a pessoa está usando roupa íntima descartável?

Resposta

Quem sofre com pequenos ou grandes escapes de urina pode viver tranquilamente, com segurança e conforto, se usar roupas íntimas descartáveis TENA Lady Discreet. Com um design discreto e material cor da pele, o produto se ajusta perfeitamente ao corpo feminino. O gel superabsorvente oferece segurança contra vazamentos. É máxima discrição para aproveitar ao máximo a vida.
seta

Pergunta

Bexiga solta e incontinência urinária são a mesma coisa?

Resposta

Sim. Bexiga solta é o termo popular para incontinência que, de certa forma, está relacionado ao principal motivo da incontinência urinária: o afrouxamento dos músculos do pavimento pélvico.
seta

Pergunta

Tem algum curso que ajuda e ensina cuidadores de pessoas com incontinência urinária?

Resposta

Cuidar de um idoso ou pessoa debilitada, que geralmente sofre de incontinência urinária, não é tarefa fácil. Mais do que dedicar tempo e carinho, um cuidador precisa de certo conhecimento específico para exercer a função. Para ajudar os cuidadores, desde 2012 a psicóloga Maria Elizabeth Bueno Vasconcellos oferece o “Curso de Capacitação e Orientação para uma Vida Mais Saudável” – da empresa APOIO. O curso acontece uma vez por mês na Câmara Municipal de São Paulo e acolhe tanto profissionais como familiares que cuidam de idosos.
seta

Pergunta

A alimentação pode influenciar na incontinência urinária?

Resposta

O consumo de alguns alimentos específicos pode aumentar a produção de volume hídrico por apresentarem características diuréticas, podendo agravar os quadros de incontinência nesses indivíduos. O controle da alimentação é uma boa estratégia para minimizar os sintomas da incontinência. O que evitar: álcool, chá-preto, café, refrigerantes, chocolate, produtos picantes, alimentos cítricos e açúcar.
seta

Pergunta

Por que muitas pessoas sofrem escapes de urina quando fazem exercícios de impacto como pular, saltar, correr etc.?

Resposta

Esforços como esse causam pressão sobre a bexiga, que aumenta, e os músculos do pavimento pélvico não conseguem ficar suficientemente contraídos para reter a urina, acontecendo o escape. Esse é o tipo mais frequente de problemas urinários nas mulheres, principalmente durante atividades físicas.
seta

Pergunta

É possível que a incontinência urinaria seja um efeito colateral de algum medicamento?

Resposta

Muitas vezes, a incontinência urinária pode ser um efeito colateral de determinados medicamentos, visto que muitos têm propriedades diuréticas, ou seja, que liberam mais líquido. Caso tenha iniciado um novo medicamente e tenha observado escapes de urina no mesmo período, é importante relatar ao médico.
seta

Pergunta

Infecção urinária pode causar incontinência urinária?

Resposta

As infecções urinárias podem tornar a bexiga hipersensível. Isso faz com que a bexiga envie falsos sinais de “esvaziamento” para o cérebro, criando a vontade de urinar, porém sem que a bexiga esteja cheia. É importante fazer o tratamento adequado e relatar qualquer anormalidade permanente ao médico.
seta

Pergunta

Eu ainda tenho dúvidas que não foram respondidas nesta seção. Como podem me ajudar?

Resposta

Nós temos prazer em ajudá-lo a lidar cada vez melhor com a incontinência urinária e ter uma vida com mais qualidade. Se tem mais dúvidas sobre nossos produtos, fale conosco aqui. Porém, caso suas dúvidas sejam em relação ao problema de incontinência urinária, aconselhamos que procure um especialista para uma assessoria mais qualificada e personalizada.
seta

ATENDIMENTO AO CLIENTE

0800 770 66 00