28 de Novembro de 2018

Vacinação em idosos é só para gripe?

Imagem da Notícia

Um dos mais avanços para a humanidade, sem dúvida, é relacionado aos avanços da imunização da população, sobretudo com a vacinação em âmbito de saúde pública. Os benefícios e a prevenção para quem se vacinar são iminentes e mudou, consideravelmente, a vida de muitas pessoas evitando as sérias consequências de muitas doenças. Contudo vale lembrar que, além das crianças, outras populações podem e devem se vacinar e os idosos são altamente indicados para uma atualização de vacinas. Diversas doenças podem acometer gravemente a população acima dos 60 anos, por exemplo, e tomar vacinas, recomendadas por médicos, e muitas até mesmo aplicadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) salvam vidas e minimizam as consequências de tantas doenças e até evitam óbitos. As vacinas recomendadas pelas sociedades médicas são para proteger contra doenças pneumocócicas, gripe, herpes-zóster, hepatite B, dTpa (difteria, tétano e coqueluche). Nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), estão disponíveis gratuitamente as vacinas Influenza (gripe), Dupla Adulto (Difteria e Tétano), Hepatite B e Febre Amarela. Outras vacinas recomendadas podem ser encontradas em clínicas privadas de vacinação. Contudo, importante frisar que mesmo tendo um calendário para idosos, a indicação adequada e avaliação caso a caso deve ser feita por um médico antes da aplicação de qualquer vacina.

 

Assine nossa newsletter

Que tal sempre ficar por dentro quando novas notícias forem publicadas?

ATENDIMENTO AO CLIENTE

0800 770 66 00