11 de Junho de 2016

Sobre Incontinência

Imagem da Notícia

Aqui você encontra uma introdução sobre a incontinência e questões relacionadas com as quais poderá lidar em seu trabalho diário. Também pode explorar algumas das principais questões sobre incontinência. Se você procura informações específicas, não hesite em nos contatar, vamos procurar ajudá-lo.

Você pode ainda buscar informação sobre Tipos e causas da incontinência ou sobre Melhores práticas de cuidados para obter dicas úteis na prestação de cuidados e tratamento de residentes. A anatomia da incontinência A incontinência urinária é um problema do sistema urinário, constituído por dois rins, cada um ligado à bexiga por um tubo chamado uretra. A uretra liga a bexiga à parte exterior do corpo.

Os rins removem impurezas do sangue e produzem urina. Os ureteres transportam a urina dos rins para armazená-la na bexiga até ela fluir para fora do corpo por intermédio da uretra. Um músculo de forma circular chamado esfíncter controla a atividade da uretra.

Em circunstâncias normais, a bexiga armazena urina até que seja conveniente urinar, mas pode ocorrer incontinência quando uma parte do sistema urinário não funciona bem. O que é a incontinência?Incontinência é a perda involuntária do controle da bexiga ou do intestino, sendo por isso um sintoma e não uma condição em si. Existe uma diversidade de condições e distúrbios que podem causar incontinência, incluindo defeitos de nascença, efeitos de uma cirurgia, lesões nervosas, infecção e alterações associadas ao envelhecimento. Pode também ocorrer em resultado de gravidez ou parto.

A incontinência existe entre crianças, homens e mulheres de todas as idades. Em algum momento da vida, uma em cada quatro mulheres e um em cada oito homens serão afetados.

A escala da condição também varia. A incontinência urinária pode ir de um gotejamento pequeno e pouco frequente a uma perda ocasional do controle da bexiga e uma total incapacidade de conter a urina. A incontinência e o envelhecimento O envelhecimento causa diversas alterações no sistema urinário que podem causar incontinência:– Menor elasticidade da bexiga, o que reduz a capacidade e causa esvaziamentos da bexiga mais frequentes;– Maior volume de urina – os rins são menos eficientes na concentração da urina;– Enfraquecimento do músculo detrusor causa esvaziamento incompleto;– Aumento das contrações espontâneas do músculo detrusor;– Menor capacidade de retardar a micção;– Menor pressão de fecho da uretra.

Contudo, apesar de afetar um grande número de homens e mulheres de idade, a incontinência urinária não deve ser vista como uma parte normal do envelhecimento. É uma perturbação dos processos físico e/ou mental do armazenamento de urina e esvaziamento da bexiga numa altura conveniente. E esta perturbação pode muitas vezes ser tratada.Muitas pessoas de idade são injustamente afetadas pelo incômodo e embaraço da incontinência. Os cuidados profissionais podem ajudar muitos pacientes e suas famílias a gerirem a situação com êxito. Uma proteção para a incontinência discreta e eficaz desempenha um papel importante na minimização dos efeitos e ajuda a restabelecer a vida normal.

Assine nossa newsletter

Que tal sempre ficar por dentro quando novas notícias forem publicadas?

ATENDIMENTO AO CLIENTE

0800 770 66 00